A universidade israelense Herzog College acaba de lançar um portal de pesquisas que vem sendo descrito como o “Google da Bíblia”, por reunir diversas informações sobre as Escrituras Sagradas e a história do povo judeu.

A plataforma foi lançada há uma semana e tem funções interativas, com ferramentas que permitem alguns passeios virtuais pelos locais do território de Israel mencionados na Bíblia Sagrada.

O trabalho, fruto de cinco anos de pesquisas, conseguiu autorização do Google para usar o apelido em suas campanhas de divulgação, além de usar a ferramenta Maps para situar o internauta nas localidades históricas.

A equipe de dez pesquisadores que pôs o projeto em prática afirmou, de acordo com informações do Jewish News, que não queria desenvolver apenas mais uma bíblia online, e sim, um portal abrangente, com artigos acadêmicos relacionados com cada passagem bíblica, lições religiosas e comentários teológicos.

O rabino Yehuda Dr. Brandes, reitor da universidade localizada em Jerusalém, afirmou que o projeto inclui um extenso conteúdo acumulado ao longo de 50 anos de pesquisas: “Este é mais um passo para o renascimento do estudo da Bíblia em Israel e na diáspora [comunidades judaicas pelo mundo], tornando a Bíblia o fundamento da identidade de israelenses e judeus, através de uma conexão com o passado e o futuro”, pontuou Brandes.

O valor investido no projeto foi o equivalente a R$ 8,8 milhões (mais de 10 milhões de novos shekels israelenses, moeda do país), e a Herzog College está à procura de parceiros para que o projeto seja ampliado, com tradução para mais cinco línguas até o ano que vem. Atualmente, o “Google da Bíblia” está disponível apenas em inglês e hebraico. Acesse aqui.

Fonte: Gospel +
Notícia original: http://www.algemeiner.com/2016/06/17/google-of-the-bible-goes-live/#